Políticas sobre conflito de interesse

Todos os autores devem divulgar quaisquer relações financeiras e pessoais com outras pessoas ou organizações que possam influenciar de forma inadequada (enviesar) o seu trabalho. Exemplos de potenciais conflitos de interesses incluem emprego, consultorias, propriedade de ações, honorários, testemunho de perito pago, pedidos/registros de patentes e subsídios ou outro financiamento. Os autores devem divulgar quaisquer interesses em dois lugares: 1. Uma declaração sumária de afirmação de interesse no arquivo da página de título ou o arquivo do manuscrito. Caso não haja nenhum conflito de interesse os autores devem apenas escrever nada a declarar. 2.Esta declaração sumária será finalmente pedida caso o artigo seja aceito. É importante que que qualquer potencial de conflito de interesse seja declarado em ambos os lugares e que as informações sejam compatíveis.

Para o Mundo da Saúde as seguintes relações entre editores e autores são consideradas conflitos e são evitadas: colegas atuais, colegas recentes, coautores recentes, mestres e doutorandos, cujo editor serviu como avaliador da dissertação ou tese. Depois que os trabalhos são atribuídos, os editores individuais são obrigados a informar ao editor administrativo de quaisquer conflitos não incluídos na lista acima. Caso os editores tenham algum tipo de conflito de interesse, os coeditores com menos conflito serão designados para o manuscrito. Além disso, os coeditores com menos conflitos serão designados para todas as submissões de artigos revisados pelos editores nas respectivas sessões. Todas as submissões na Revista O Mundo da Saúde também são avaliadas por revisores para minimizar conflitos de interesse. Após os trabalhos serem atribuídos, os revisores devem informar ao editor quaisquer conflitos que possam existir.