Possíveis associações entre anemia e câncer gástrico

DOI: 10.15343/0104-7809.2019430410161029

  • Nathália Pereira Alves Universidade do Estado de Minas Gerais - Unidade Passos. Passos/MG, Brasil.
  • José de Paula Silva Universidade do Estado de Minas Gerais - Unidade Passos. Passos/MG, Brasil.
  • Natael Ribeiro Malta Neto Universidade do Estado de Minas Gerais - Unidade Passos. Passos/MG, Brasil.
  • Yara Paschoal de Souza Universidade do Estado de Minas Gerais - Unidade Passos. Passos/MG, Brasil.
  • Camila Belfort Piantino Universidade do Estado de Minas Gerais - Unidade Passos. Passos/MG, Brasil.
Palavras-chave: Câncer gástrico. Anemia. Prevalências. Eritrograma. Qualidade de vida.

Resumo

O câncer gástrico vem acometendo a população brasileira, sobretudo os homens e a população com idade superior a 50 anos, sendo, portanto, temática relevante na promoção da qualidade de vida. Essa neoplasia pode apresentar comorbidades, gerando entraves no prognóstico do paciente, como a anemia. Assim, propõe-se analisar as possíveis associações entre anemia e câncer gástrico, e categorizar o estadiamento tumoral, tipo histológico, localização, sexo, idade, leucograma e causa de óbito dos pacientes com câncer gástrico atendidos no Hospital Regional do Câncer (HRC) de Passos- MG, no período de janeiro de 2012 a dezembro de 2014. Trata-se de um estudo observacional transversal com dados obtidos em fonte documental. Os resultados, provenientes da análise de 78 prontuários, evidenciaram que 69,23% dos pacientes são homens e a faixa etária predominante foi entre 70 e 80 anos (32,04%). O antro gástrico foi a localização mais recorrente dos tumores primários (26,92%) e o tipo histológico prevalente foi o adenocarcinoma (66,67%). Quanto ao estadiamento do tumor, foi observado em 23,07% dos casos o T3, N0, M0. Quanto ao índice de mortalidade observou-se que 64,1% dos óbitos decorreram do câncer e no hemograma notou-se 61% de anemia e que todos apresentaram valores normais quando da análise do leucograma. Conclui-se que os pacientes com câncer gástrico em sua maioria possuíam anemia, eram do sexo masculino, faixa etária predominante entre 70 e 80 anos, sendo o adenocarcinoma o tipo de tumor mais prevalente e o antro gástrico a região anatômica mais acometida.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-01
Como Citar
Pereira Alves, N., de Paula Silva, J., Ribeiro Malta Neto, N., Paschoal de Souza, Y., & Belfort Piantino, C. (2019). Possíveis associações entre anemia e câncer gástrico: DOI: 10.15343/0104-7809.2019430410161029. O Mundo Da Saúde, 43(4), 1016-1029. Recuperado de https://revistamundodasaude.emnuvens.com.br/mundodasaude/article/view/35