Avaliação dos fatores associados ao uso de área verde em uma cidade brasileira: um estudo transversal

DOI: 10.15343/0104-7809.20164003372381

  • Valeska Ribeiro Marques Universidade Federal de Itajubá, Itajubá – MG, Brasil.
  • Luiz Felipe Silva Universidade Federal de Itajubá, Itajubá – MG, Brasil
Palavras-chave: Áreas verdes urbanas. Estudo de base populacional, Promoção da saúde

Resumo

As áreas verdes (AV) contribuem para a melhoria da qualidade de vida, podem reduzir temperaturas extremas, atenuar
o ruído, reter poeira, aumentar a permeabilidade da área urbana, oferecendo um espaço agradável para a atividade
física e de interação social, entre muitos outros benefícios. É um espaço que se comporta como um promotor da
saúde. O objetivo deste estudo foi avaliar quais variáveis estão associadas com o uso de AV em Mogi Mirim, SP. Foi
realizado um estudo de base populacional, transversal, para verificar os valores das Razões de Chance (RC) de variáveis
significativas associadas com a frequência de AV. Os dados foram coletados, por amostragem aleatória de residências,
por meio de questionário estruturado a 262 adultos, no período entre fevereiro e agosto de 2012. A técnica utilizada
foi a regressão logística para descrever a associação entre a variável dependente, o uso de AV pelo menos uma vez
por semana e o conjunto de variáveis explanatórias. Dos entrevistados, 47% da amostra frequentam AV, pelo menos
uma vez por semana. As variáveis que apresentaram associação positiva significativa com o uso de AV foram: ter um
cão (RC = 1,88; IC 95%: 1,13-3,15) e, próprio jardim em casa (RC = 1,83; IC 95%:. 1,08-3,11 A variável que mostrou
associação negativa significativa foi utilizar o ônibus como principal meio de transporte (RC = 0,51; IC 95%: 0,29 - 0,89.
Esta pesquisa explorou e apresentou uma metodologia de pesquisa para avaliação das características socioeconômicas
da população e possíveis associações com uso de AV. Assim, trata-se de um recurso relevante, pouco encontrado na
literatura nacional, que deve ser reproduzido com o fim de estimular esta prática essencial de promoção à saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-07-01
Como Citar
Ribeiro Marques, V., & Silva, L. F. (2016). Avaliação dos fatores associados ao uso de área verde em uma cidade brasileira: um estudo transversal: DOI: 10.15343/0104-7809.20164003372381. O Mundo Da Saúde, 40(3), 372-381. Recuperado de https://revistamundodasaude.emnuvens.com.br/mundodasaude/article/view/267