Incidência de caquexia, anemia e sintomas de impacto nutricional em pacientes oncológicos

DOI: 10.15343/0104-7809.20164003353361

  • Leoni Aparecida da Rocha Universidade Estadual do Centro-Oeste, Campus CEDETEG. Guarapuava - PR, Brasil.
  • Mariana Abe Vicente Cavagnari Universidade Estadual do Centro-Oeste, Campus CEDETEG. Guarapuava - PR, Brasil.
  • Angélica Rocha de Freitas Melhem Universidade Estadual do Centro-Oeste, Campus CEDETEG. Guarapuava - PR, Brasil.
  • Gabriela Datsch Bennemann Universidade Estadual do Centro-Oeste, Campus CEDETEG. Guarapuava - PR, Brasil.
  • Lindsay Bianca Buzato Antunes Hospital de Caridade São Vicente de Paulo. Guarapuava - PR, Brasil.
  • Diogo Gavarrete Hospital de Caridade São Vicente de Paulo. Guarapuava - PR, Brasil.
  • Dalton Luiz Schiessel Universidade Estadual do Centro-Oeste, Campus CEDETEG. Guarapuava - PR, Brasil.
Palavras-chave: Câncer. Caquexia. Perda de peso. Avaliação nutricional. Anemia.

Resumo

Sintomas de impacto nutricional (SIN) e anemia são alterações fisiológicas frequentemente observadas em pacientes
oncológicos antes do diagnóstico e durante o tratamento da radioterapia e quimioterapia podendo interferir na
condição geral do paciente e na incidência da caquexia do câncer. O objetivo deste estudo foi avaliar a incidência de
caquexia, SIN e anemia em pacientes oncológicos. Foi avaliado o peso, sintomas que interferem no consumo alimentar
e a hemoglobina (usual/inicial/final) em pacientes com câncer atendidos no ambulatório de oncologia em Guarapuava-
PR, vinculado ao Sistema Único de Saúde. Participaram do estudo 147 pacientes, sendo o câncer de mama o mais
prevalente (45,6%). A caquexia esteve presente em diferentes graus no momento do diagnóstico ao final do tratamento.
Ao agrupar por tipos de câncer no período inicial ao tratamento o câncer de estômago foi o que apresentou maior
percentual de caquexia terminal (n=5, 31,3%) e o câncer de mama o que apresentou maior percentual de ganho de
peso (n=25; 37,3%), com consequente redução dos indivíduos com caquexia. No período final do tratamento os
pacientes com câncer de estômago mantiveram a maior prevalência de caquexia terminal (n=7; 43,8%) e o câncer
de mama o que apresentou maior ganho de peso (n=39; 58,2%). Os sintomas de impacto nutricional mais frequentes
foram xerostomia (n=84; 57,1%) e constipação intestinal (n=33; 22,4%). Entre os períodos, pacientes com câncer de
estômago apresentaram maior percentual de anemia, respectivamente (n=10; 62,5%; n=11; 68,8%), e somente os
pacientes com câncer de mama que apresentaram diferença significante (p=0,01). Evidenciou-se no estudo grande
prevalência de caquexia, frequente incidência de anemia e de sintomas de impacto nutricional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-07-01
Como Citar
da Rocha, L. A., Abe Vicente Cavagnari, M., Rocha de Freitas Melhem, A., Datsch Bennemann, G., Buzato Antunes, L. B., Gavarrete, D., & Schiessel, D. L. (2016). Incidência de caquexia, anemia e sintomas de impacto nutricional em pacientes oncológicos: DOI: 10.15343/0104-7809.20164003353361. O Mundo Da Saúde, 40(3), 353-361. Recuperado de https://revistamundodasaude.emnuvens.com.br/mundodasaude/article/view/265