Estresse Percebido e Autocuidado entre Pessoas com Diabetes e Doenças Cardiovasculares

10.15343/0104-7809.202145140151

  • Danielli Cristina Andrade Frassatto Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP. São José do Rio Preto – SP, Brasil.
  • Daniela Comelis Bertolin Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP. São José do Rio Preto – SP, Brasil.
  • Rita de Cassia Helú Mendonça Ribeiro Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP. São José do Rio Preto – SP, Brasil.
  • Claudia Bernardi Cesarino Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP. São José do Rio Preto – SP, Brasil.
  • Graziella Allana Serra Alves de Oliveira Universidade Paulista-UNIP. São José do Rio Preto – SP, Brasil.
  • Júlio Cesar André Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP. São José do Rio Preto – SP, Brasil.
Palavras-chave: Diabete Mellitus. Estresse. Autocuidado. Cardiologia. Enfermagem.

Resumo

O Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2) corresponde de 90 a 95% de todos os casos e apresenta etiologia multifatorial, envolvendo herança genética e fatores ambientais como: alimentação, sedentarismo, obesidade e idade avançada. Portadores de DM2 necessitam de cuidados específicos, autocuidado contínuo e controle do estresse percebido. Busca-se identificar o estresse percebido e o autocuidado de pacientes, quanto às variáveis sociodemográficas, clínicas e hábitos de vida, associar as variáveis de interesse com atividades de autocuidado. Realizou-se estudo transversal, prospectivo, quantitativo, para conhecer o estresse percebido e autocuidado de portadores DM2, internados em um Hospital Cardiovascular de São José do Rio Preto/SP, por meio de dois questionários e uma escala. Verificou-se que a maioria dos pacientes era idosa, cardiopata, hipertensa, não praticava atividade física, não seguia dieta, entre outros aspectos. O nível de estresse percebido representou escore médio de 26,4 pontos, ou seja, menos da metade do valor total, sugerindo uma baixa percepção de estresse na amostra. Em relação ao domínio do autocuidado, identificou-se que, em geral, era baixo, pois os pacientes não realizavam o autocuidado em, pelo menos, seis dias da semana. Os únicos domínios realizados foram: alimentação específica em média 5,2 dias da semana e uso de medicação em média 4,7 dias da semana. Conclui-se que o presente estudo oferece informações para planejamento do tratamento de portadores de DM2, obtenção do melhor controle glicêmico, sugerindo intervenções educativas ou metodologias e promovendo melhora da adesão aos comportamentos de autocuidado e redução do estresse que influenciam os resultados em saúde desses pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

1. Cortez DN, Reis IA, Souza DAS, Macedo MML, Torres HDC. Complicações e o Tempo de diagnóstico do diabetes mellitus na atenção primária. Acta Paul Enferm. [revista em Internet] 2015 [acesso em 02 fev. 2021];28(3):250-5. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ape/v28n3/1982-0194-ape-28-03-0250.pdf doi: [http://dx.doi.org/10.1590/1982-0194201500042]
2. Becker MR, Heidemann BSTI. Promoção da Saúde no cuidado às pessoas com doença crônica não transmissível: revisão integrativa. Text & Cont Enf. [revista em Internet] 2020 [acesso em 02 fev. 2021];(29):1980-265. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-07072020000100502&script=sci_arttext&tlng=pt doi: [https://doi.org/10.1590/1980-265x-tce-2018-0250]
3. Correa K, Gouvêa GR, Silva MAV, Possobon RF, Barbosa LFLN, Pereira AC “et al.” Qualidade de vida e características dos pacientes diabéticos. Cien Saud Col. [revista em Internet] 2017 [acesso em 02 fev. 2021];22(3):921-930. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232017002300921&lng=pt&tlng=pt doi: [http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232017223.24452015]
4. Rolim CE, Rosa SPS, Dias JMF, Gonçalves SAA, Medeiros AP, Leite LOB et al. A importância da farmacêutica e a diabete mellitus. Gru Ver de Agroeco Abe. [revista em Internet] 2016 [acesso em 02 fev. 2021];10(2):92-104. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/INTESA/article/view/4575
5. Souza TJ, Macedo FS, Moura ARJ, Silva VRA, Vieira SEE, Reis AS. Autocuidado e parâmetros clínicos em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. Rev Rene. [revista em Internet] 2015 [acesso em 02 fev. 2021];16(4):479-5. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/rene/article/view/2739/2122 doi: [http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.2015000400004]
6. Gois C, Dias VV, Raposo JF, Carmo I, Barbosa A. Vulnerability to Stress, anxiety and depressive symptoms and metabolic control in type 2 diabetes. BMC Res Notes. [revista em Internet] 2012 [acesso em 02 fev. 2021];5-271. Disponível em: https://bmcresnotes.biomedcentral.com/articles/10.1186/1756-0500-5-271#citeas doi: [https://doi.org/10.1186/1756-0500-5-271]
7. Gomides SD, Vilas-Boas GCL, Coelho MCA, Pace EA. Autocuidado das pessoas com diabetes mellitus que possuem complicações em membros inferiores. Acta Paul Enferm. [revista em Internet] 2013 [acesso em 02 fev. 2021]; 26(3):289-93. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ape/v26n3/14.pdf doi: [https://doi.org/10.1590/S0103-21002013000300014]
8. Silva VJ, Domingues RAE. Adaptação cultural e validação da escala para avaliar as capacidades de autocuidado. Arq Ciênc Saúde. [revista em Internet] 2017 [acesso em 02 fev. 2021]; 24(4)30-36. Disponível em: http://www.cienciasdasaude.famerp.br/index.php/racs/article/view/686 doi [https://doi.org/10.17696/2318-3691.24.4.2017.686]
9. Silva RM, Goulart CT, Guido LA. Evolução histórica do conceito de estresse. Rer. Cient. Sena Aires. [revista em Internet] 2018 [acesso em 02 fev. 2021];7(2): 148-56. Disponível em: http://revistafacesa.senaaires.com.br/index.php/revisa/article/viewFile/316/225
10. Michels JM, Coral MHC, Sakae MT, Damas BT, Furlanetto MN. Questionário de Atividades de Autocuidado com o Diabetes: tradução, adaptação e avaliação das propriedades psicométricas. Arq Bras End & Met [revista em Internet]2010 [acesso em 02 fev. 2021];54(7). Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27302010000700009 doi [https://doi.org/10.1590/S0004-27302010000700009]
11. Luft CDB, Sanches OS, Mazo ZG, Andrade A. Versão brasileira da escala de estresse percebido: tradução e validação para idosos. Rev Saud Pub [revista em Internet]2007 [acesso em 02 fev. 2021];41(4). Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102007000400015 doi [http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102007000400015]
12. Britto SA, Abreu AC, Rubira AE, Marcon RS, Oliveira TRJ. Grau de adesão de idosos internados em um hospital ao regime terapêutico para hipertensão e diabetes. Rev de Atenc Saúde. [revista em Internet] 2015 [acesso em 02 fev. 2021];13(44)27-32. Disponível em: https://www.seer.uscs.edu.br/index.php/revista_ciencias_saude/article/view/2582/1737 doi [doi: 10.13037/rbcs.vol13n44.2582]
13. Sampaio PN, Lima RT, Pretto BDA, Massaut BK, Grutzmann SL, Bampi RS et al. Prevalência de complicações associadas ao diabetes mellitus tipo 2 em pacientes hospitalizados. Rev Bras de Obesid, Nutr e Emagrec. [revista em Internet] 2018 [acesso em 02 fev. 2021];12(75):841-850. Disponível em: http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/803
14. Dias MS, Gomes GH, Medeiros NSJ, Carmo VAJ, Rocha MOGJ. Níveis de conhecimento de pacientes diabéticos sobre a diabetes mellitus tipo II. Rev Interd. [revista em Internet] 2018 [acesso em 02 fev. 2021];11(3):14-21. Disponível em: https://revistainterdisciplinar.uninovafapi.edu.br/index.php/revinter/article/view/1323/pdf_368
15. Moreschi C, Rempel C, Siqueira FD, Backes SD, Pissaia FL, Grave QTM. Estratégias saúde da família: perfil/qualidade de vida de pessoas com diabetes. Rev Bras de Enf. [revista em Internet] 2018 [acesso em 02 fev. 2021];71(6). Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reben/v71n6/pt_0034-7167-reben-71-06-2899.pdf doi [https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0037]
16. Baldoni RN, Oliveira MER, Franco JL, Fabbro DLA. Adesão ao tratamento farmacológico de pessoas com diabetes mellitus tipo 2. Revista Bras Farm Hosp Serv Saúde. [revista em Internet] 2016 [acesso em 02 fev. 2021];7(4):15-19. Disponível em: http://www.sbrafh.org.br/v1/public/artigos/2016070402001008BR.pdf
17. Pinho L, Aguiar SPA, Oliveira RM, Barreto PAN, Ferreira MMC. Hipertensão e dislipidemias em pacientes diabetes mellitus tipo 2: uma revisão integrativa. Rev Nor Min Enf. [revista em Internet]2015 [acesso em 02 fev. 2021];4(1):87- 101. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renome/article/view/2545
18. Barroso AT, Marins BL, Alves R, Gonçalves SCA, Barroso GS, Rocha SG. Associação entre a obesidade central e a incidência de doenças e fatores de risco cardiovascular. Int. J. Cardiovasc. Sci. [revista em Internet] 2017 [acesso em 02 fev. 2021];30(5). Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S2359-56472017000500416&script=sci_arttext&tlng=pt doi: [https://doi.org/10.5935/2359-4802.20170073]
19. Jesus MD, Aguiar CGB, Dutra PMC, Pitombeira PCP. Diabetes mellitus tipo2: ações de enfermagem na prevenção e controle dos pacientes obesos e com alto índice glicêmico. Rev Acred. [revista em Internet] 2016 [acesso em 02 fev. 2021];6(11). Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/5602107.pdf
20. Simão AF, Precoma DB, Andrade JP, Correa FH, Saraiva JFK, Oliveira GMM et.al. I Diretriz brasileira de prevenção cardiovascular. Soc Bras Cardio. [revista em Internet] 2013 [acesso em 02 fev. 2021];101(6). Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0066-782X2013004500001 doi [https://doi.org/10.5935/abc.2013S012]
21. Olímpio A, Oliveira J, Alberto L, Pessoa SPM, Pessoa AR, Arruda OE. Capacitação do profissional de educação física na reabilitação cardiovascular. Rev Car de Ed Fis. [revista em Internet] 2017 [acesso em 02 fev. 2021];12(1):1-11. Disponível em: http://gestaouniversitaria.com.br/artigos/capacitacao-do-profissional-de-educacao-fisica-na-reabilitacao-cardiovascular
22. Gomes NM, Maciel GM, Torres SR, Barbosa AANS. Relação entre variáveis antropométricas, bioquímicas e hemodinâmicas de pacientes cardiopatas. Int Jour of Cardiovas Scie. [revista em Internet] 2015 [acesso em 02 fev. 2021];28(5):392-399. Disponível em: http://www.onlineijcs.org/english/sumario/28/pdf/v28n5a08.pdf doi [https://doi.org/10.5935/2359-4802.20150058]
Publicado
2021-05-07
Como Citar
Andrade Frassatto, D. C., Comelis Bertolin, D., Helú Mendonça Ribeiro, R. de C., Bernardi Cesarino, C., Serra Alves de Oliveira, G. A., & André, J. C. (2021). Estresse Percebido e Autocuidado entre Pessoas com Diabetes e Doenças Cardiovasculares: 10.15343/0104-7809.202145140151. O Mundo Da Saúde, 45(1), 140-151. Recuperado de https://revistamundodasaude.emnuvens.com.br/mundodasaude/article/view/1073